SETEMBRO 2018

OUTROS EVENTOS

AUDITÓRIO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA

Dias 4 e 5 | setembro

III ENCONTRO DA REDE DE BIBLIOTECAS DE SEIA

O III Encontro da Redes de Bibliotecas de Seia decorre nos dias 4 e 5 de setembro no Auditório da Casa Municipal da Cultura de Seia. A abertura será presidida pela Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, e contará com a presença da Comissária do Plano Nacional de Leitura, Teresa Calçada.

Sob o tema "Leitur@s na vanguarda das Literacias", o encontro contará com a participação de grande número de professores interessados nesta temática.


OUTROS EVENTOS

CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA

A Câmara Municipal de Seia e a organização do Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela vão organizar no dia 22 de setembro uma sessão de pré-lançamento da vigésima quarta edição do CineEco.
"O que esperar da edição 2018 do CineEco" será o mote deste pré-lançamento, conduzido pelo Presidente da Câmara de Seia, Carlos Filipe Camelo Miranda de Figueiredo, e pelo Diretor do Festival, Mário Branquinho, e que terá como ponto alto a exibição do filme de Susan Kucera (EUA), "Vivendo num Futuro Passado" (Living in the Future's Past), narrado pelo conhecido ator Jeff Bridges. Um documentário várias vezes premiado, extraordinariamente bem fotografado e com um pensamento original sobre quem somos e os desafios ambientais que enfrentamos. Entrevistas e depoimentos com cientistas e proeminentes pensadores, que tecem ideias sobre a evolução, emergência de agir, entropia e uma ecologia sombria, a que alguns chamam de fim da natureza, numa história que nos ajuda a entender o nosso lugar entre as espécies animais da Terra.
Saiba mais sobre o filme em: www.livinginthefuturespastfilm.com

Entrada livre


JULHO 2018

OUTROS EVENTOS

AUDITÓRIO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA

Dia 7 | Julho | 15:30 Horas

ENTRE A MONTANHA E O MAR
lançamento do livro de poesia, de São Costamar

Entre a montanha e o mar, é uma brisa de poesia, num campo de rosmaninho e algas…
É o calmo despertar de um sonho, que também vós ajudastes a concretizar.
É a paixão pela Natureza, pelo campo, pelo mar, pelos amigos, pela família.
É o amor pela vida, hoje e sempre.


BIOGRAFIA
Maria da Conceição Gomes da Costa, nasceu a 30 de junho de 1955, na aldeia de Maceira, concelho de Fornos de Algodres, onde fez a instrução primária.
Prosseguiu os estudos na cidade de Viseu onde frequentou o antigo Liceu Nacional de Viseu, concluindo o 7º. Ano, na área de letras. Na mesma cidade de Viseu, desenvolveu a língua francesa frequentando a Alliance Française, onde concluiu um curso de francês que lhe permitiu dar aulas de Francês, em Penedono e Aguiar da Beira e, descobrir a sua vocação para o ensino.

Cursou o Magistério Primário de Viseu no período entre 1974 e 1976 iniciando, neste ano, o seu percurso profissional que haveria de revelar-se bastante diversificado e enriquecedor. Começou por lecionar na escola primária de Lapa do Lobo, situada no concelho de Nelas, percorrendo outras escolas, de outros concelhos (Tondela, Mangualde, Castro Daire, Lamego, Cinfães do Douro, Seia)…. De muitas formas descobriu que o desenvolvimento profissional é uma aprendizagem contínua, interativa, acumulativa, repleta de desafios.
Foi no concelho de Seia que o percurso docente foi mais longo, tendo lecionado nas aldeias de Tourais, Lapa dos Dinheiros, Catraia de S. Romão e S. Romão. Nesta escola, além da atividade docente, foi também Coordenadora do Conselho de Docentes e Coordenadora da Biblioteca escolar.
Em 2005, licenciou-se em Estudo do Meio "À Descoberta Das Relações Entre O Meio Natural e Social", com o intuito de aprofundar os seus conhecimentos e obter maior valorização pessoal e profissional.
Ao longo de cerca de 20 anos de docência na Escola de S. Romão, em Seia, criou fortes laços de amizade e de cumplicidade, com os seus alunos, com colegas, e, comunidade educativa, em geral, donde recebeu inúmeros incentivos e motivos para escrever, e para querer melhorar o seu esforço de criação. Mas foi após a sua aposentação que encontrou disponibilidade e, vontade, para organizar a sua escrita com a intenção de, um dia, publicar.

"Entre a montanha e o mar" é o culminar de um sonho tornado realidade.

Ao escrever este livro a autora deixou-se levar por paixões essenciais que sempre a acompanham e que a sua poesia aqui bem retrata: o amor pela família; pela Serra da Estrela; pela imensidão do mar; o amor pela vida e pelo momento presente, que alimenta e dá asas a cada esforço de renascer.

Porque amanhã
Pode não haver,
É hoje que eu quero
Viver, viver…

São Costamar


MARÇO 2018

OUTROS EVENTOS

AUDITÓRIO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA

Dia 10 | Março | 15:00H

HORIZONTES POÉTICOS
Apresentação do livro de poesia de Paulo Oliveira

Horizontes Poéticos é uma obra híbrida que procura, através da poesia, captar a atmosfera social do mundo moderno, direcionado para a família e amigos, para os amores e desamores , equacionando determinadas questões, interrogando a vida e a forma como, muitas vezes, certas pessoas têm que remar contra ventos e marés para poderem pôr de pé um projeto de vida. Olha para o horizonte, questiona o impacto do pôr do sol na tua vida, que coloca as pessoas de frente para o mar, que é fonte de dor e de esperança: dor da saudade daqueles que partem e esperança de que possa ser o caminho para uma comunicação fluente com outros mundos. A obra não olha só para a família ou amigos, mas para uma realidade geral, abrangendo vários temas distintos.

Horizontes Poéticos é uma obra abrangente. De Almada, salta para Lisboa, falando da magia da Cidade Capital, canta a força das águas do Rio Tejo, o amor e aborda questões existenciais da vida, do lugar que a palavra ocupa para criar os sentidos à volta do ser humano, dos seus sentimentos, do seu mundo e da sua existência.

Horizontes Poéticos fala do mar, da partida, da saudade, do amor, do silêncio, da noite, da luz e do nascimento, das superstições que povoam o imaginário das pessoas, da sensibilidade da mulher mas principalmente da vida.