MAIO 2018

MÚSICA

CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA SEIA

Concerto ao vivo depois da inauguração das exposições colectivas do Festival ARTIS.

Surma
Em dois anos e meio, Débora Umbelino levou o seu projecto solitário de exploração de sons, Surma, até sete países em mais de 150 concertos.
Tinha apenas o single "Maasai" quando começou a gravar o disco de estreia e todo o caminho traçado até aquela altura lhe parecia um período zero que a tinha deixado apenas com vontade de avançar ainda mais numa demanda cada vez mais sua.
Enquanto one woman band que domina teclas, voz, cordas, pedais e botões, e não se deixa ficar num ou noutro género musical, Surma preparou o seu registo de estreia "Antwerpen" como se estivesse num laboratório, observando cada reacção sonora de cada nota e de cada instrumento, criando a partir daí.
Em colaboração com a Casota Collective, que integra elementos dos First Breath After Coma, construiu uma renovada identidade sonora e visual, da qual "Hemma" foi o primeiro cartão de visita.
Antwerpen foi lançado em versão CD e digital a 13 de Outubro de 2017, pela Omnichord Records.

Entrada livre

Organização: Associação Arte e Imagem de Seia
Apoio: Município de Seia

ABRIL 2018

MÚSICA

CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA SEIA

Dia 19 | Abril | 21:30 horas

ENSEMBLE FRACTALES (Bélgica)

O Festival DME / Collegium Musicum - Conservatório de Música de Seia e a Câmara Municipal de Seia apresentam Ensemble Fractales Bélgica).
Concerto com o Ensemble Fractales e o compositor Jaime Reis, sobre repertório do século XXI e com uma peça do compositor francês, exponente máximo da corrente espectral, Gérard Grisey e uma estreia mundial do compositor senense Jaime Reis.

https://www.facebook.com/events/564660400567181/

Programa:
Jannick Giger
Verstimmung (2015)
Yann Robin Ftérà (2014)
Jaime Reis Sangue Inverso - Inverso Sangue - Magnetite e Âmbar | Ametista e Granito (2015-2018)*
Maurizio Azzan Of other spaces (2017)
Gérard Grisey Talea (1986)

* Estreia absoluta


O Ensemble Fractales é um colectivo de músicos internacionais baseado na Bélgica. Juntaram-se pela paixão comum que têm pela música contemporânea, apresentando um repertório eclético, como poderá ser escutado neste concerto. A instrumentação do Ensemble (flauta transversal, clarinete, piano, violino e violoncelo), chamada de quinteto Pierrot, visto que partilha da mesma formação que a obra Pierrot Lunaire, de Arnold Schoenberg, permite a exploração de uma grande diversidade de técnicas e linguagens. No concerto, poder-se-ão escutar obras de jovens compositores de reconhecimento internacional - Jaime Reis, Jannick Giger, Yann Robin e Maurizio Azzan, bem como uma obra de Gérard Grisey, um dos compositores fundamentais da segunda metade do século XX.
Durante o mês de abril, o Ensemble Fractales, está em residência no Festival DME / Conservatório de Música de Seia / Lisboa Incomum (financiados pelo Min. da Cultura / DGARTES), em parceria com a Câmara Municipal de Seia.

Entrada Livre


MÚSICA

CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA SEIA

Dia 24 | Abril | 21:30 horas

MANUEL DE OLIVEIRA CONVIDA SUSANA TRAVASSOS
Concerto tributo às canções de abril

Para este concerto evocativo do 25 de Abril, em Seia, estes dois músicos de excepção, para além de um repertório que viaja pelo mundo inteiro, conferem o seu cariz muito próprio a canções de Zeca Afonso e Adriano Correia de Oliveira.

Manuel de Oliveira


Aclamado pela crítica como um dos mais promissores guitarristas compositores da atualidade, Manuel de Oliveira é um guitarrista de exceção, a quem se pode aplicar o adjetivo de virtuoso. Empresta às suas composições os reflexos de uma alma ibérica que lhe corre nas veias, sem contudo deixar latente um respeito e uma veneração intemporal pelas suas origens e tradições.







www.youtube.com/channel/UC4HqkNKZ-o93TPnQjtJ_nIg

Susana Travassos


Susana Travassos, tem actuado nas salas de maior prestígio na América Latina, onde conquistou um público seguidor, ganhou admiradores e respeito por parte da imprensa. Já actuou ao lado de grandes nomes como Yamandu Costa, Toninho Horta, Chico Pinheiro, Chico César, Chico Saraiva e Zeca Baleiro.








www.youtube.com/user/0SusanaTravassos

Entrada Livre

MARÇO 2018

MÚSICA

XIV SEIA JAZZ & BLUES
5 - 10 Março 2018

PROGRAMA

Orquestra da Escola Profissional da Serra da Estrela nas escolas do concelho de Seia.



ESCOLAS DE SEIA

Com o objetivo de promover o contacto dos alunos com este estilo musical, o Município de Seia dá continuidade à iniciativa de levar o Jazz às escolas do concelho, no âmbito da realização do XIV SEIA JAZZ & BLUES.

A iniciativa será dinamizada pela Big Band formada na Escola Profissional da Serra da Estrela em articulação com o Serviço Educativos do município.


MÚSICA

CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA SEIA

A Big Band EPSE, dirigida por Helder Abreu, é um projecto que nasceu no âmbito da disciplina de "Projectos Colectivos de Improvisação" do Curso Profissional de Instrumentistas de Sopro e Percussão da Escola Profissional da Serra da Estrela, em Seia. Com o objectivo de iniciar os seus alunos na área da improvisação, desenvolve um repertório baseado em standarts do Jazz e do Blues, incentivando-os ainda ao desenvolvimento da criação artística.


CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA SEIA

O saxofonista e flautista espanhol José Nine (rianxo, 1965) é um músico de longa trajetória com mais de trinta anos. Estudou nos conservatórios da Coruña e Santiago de Compostela e tambén em diferentes seminários como os da International Asociation of Schools of Jazz no Conservatorio da Haia e os do Music Park Music Centre de Dublín. Começou a tocar na banda da sua vila, estevo vinculado á música rock e durante anos colaborou com músicos como Xosé Manuel Budiño, mas o seu foco foi colocado no Jazz, ao que chegou a través do seu dominio do saxofone. Em 2015 editou o disco sobre "A danza dos que non se moven", gravado no auditorio de Rianxo. Envolvido e imerso em muitas colaborações como músico e docente, a sua formação ideal é o quarteto com que comparece em Imaxina Sons com alguns dos músicos jazzeiros mais reconhecidos da Galiza.

https://www.youtube.com/watch?v=tz6UnGajrpg

Entrada livre


MÚSICA

CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA SEIA

David Regueiro Swingtet é um projeto arraigado na tradição do Hot Club de France e no idioma de Django Reinhardt. O primeiro trabalho "...On Stage" é um resumo das músicas que marcaram o primeiro ano de vida do grupo. O segundo: "Bird lives!" É uma releitura do estilo de Charlie Parker desde a ótica do Jazz Manouche.

No momento, a banda renovou o repertório inteiro, consolidou-se como quinteto e interpreta clássicos do Jazz Manouche e o Swing com a formação de voz, clarinete, guitarras e contrabaixo.

Javier Marcos (voz); Sarunas Pupelis (Clarinete); David Regueiro (Guitarra); Iago Reigosa (Guitarra); Juyma Estévez (Contrabaixo)

https://www.youtube.com/watch?v=ZEUNUYPuwV4

Bilhete:
Normal - 5 €; C/ Cartão Municipal - 2,5€


MÚSICA

CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA SEIA

Forjada na rudeza do rock clássico. Carbonizada nos escombros do spaghetti western. Domada no calor do soul. Arrastada nas enevoadas vielas do blues.
Pó, amor e ruído.
A música de Greyhound James nasce de uma mente descontinuada. Como o galgo que "apregoa", ele corre por lugares e momentos rodados em fita, sem no entanto, neles permanecer por muito tempo.
Perseguido pela rudeza do Rock Clássico, propaga-se com o vigor de um cowboy renegado, que chora os seus pesares, montado nos Blues, adormecendo à luz do lume brando mas perpétuo do Soul.
The Greyhound James's Band, recrutada em Portugal, forma-se nos despojos de Candy Mountain, o duplo album de estreia, do qual é retirado o EP Feed Your Hound.

R. 'Kafka' Tavares (Bateria); R. Santos (Baixo); R. Ribeiro (Guitarra); C. Oliveira (Teclado)

http://www.thegreyhoundjamesband.com

Bilhete:
Normal - 5 €; C/ Cartão Municipal - 2,5€


MÚSICA

RUAS DE SEIA

Minde (Alcanena) transformou-se na Dixie Land em 2008 com o surgimento da banda composta por oito músicos para quem o jazz é um modo de vida. Levam-no a sério, mas apresentam-no de forma descontraída quando misturam blues, música africana e europeia, melodias populares e improvisos coletivos.

Um estilo próprio assegurado pelo trompete de Pedro Félix, o trombone de António Carvalho, a bateria de Duarte Fonseca, o banjo de Samuel Louro, o sousafone de Gilberto Rosa, o saxofone barítono de Gonçalo Frade, o saxofone soprano de Jaime Alexandre, o saxofone de Nuno Simões e o trompete de João Faria.

https://www.youtube.com/watch?v=hVq2JNddh-Y



Outras Atividades:
- Workshop's, Animação de rua e Jam sessions


JANEIRO 2018

MÚSICA

CINETEATRO |CASA MUNICIPAL DA CULTURA SEIA

A Escola Profissional da Serra da Estrela realiza, no próximo dia 5 de janeiro, o já emblemático concerto de ano novo endereçando assim, o convite a toda a comunidade.
São as sonoridades dançáveis da cidade que dão o mote a este concerto, não faltando claro os clássicos sons da família Strauss, pautados pelas incontornaveis características rítmicas dos compositores contemporâneos.
É desta forma que a Escola Profissional da Serra da Estrela, através da sua Orquestra, pretende desejar um Bom Ano de 2018.

Organização: Escola Profissional da Serra da Estrela

ENTRADA LIVRE

topo