DESTAQUES

Visite-nos no

TEATRO _ Stand Up Comedy

CINETEATRO | CASA MUNICIPAL DA CULTURA

Salvador Martinha está de volta para falar sobre o seu défice de atenção. Todos os dias o diálogo repete-se:
- Salvador, estás a ouvir? Salvador? Salvador, não estás cá, pois não?
Pronto, já estás ausente. Estavas a pensar em quê? Onde estavas?
- Ah, desculpa. Não estava aqui.
"Cabeça ausente" é um "share location" do seu pensamento alheado. Em que pensa Salvador Martinha quando desliga do mundo? Porque desliga tanto e ao mesmo tempo está tão ligado?
Sobre medo e sobre verdade.
Para rir, claro.

(...)

TEATRO

CASA MUNICIPAL DA CULTURA

Cultura em rede na Comunidade das Beiras e Serra da Estrela

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) está a desenvolver um conjunto de ações culturais de caráter comunitário, designadas Cultura em Rede e que abrangem o Teatro, a Música e a Dança, promovendo a cultura e a identidade regional.

O projecto que é cofinanciada pela União Europeia através do Fundo Estrutural de Desenvolvimento Regional ao abrigo do Programa CENTRO 2020, tem a duração de 3 anos. Neste primeiro ano, decorrerá nos municipios de Seia, Gouveia, Manteigas, Fornos de Algodres e Celorico da Beira um projeto de teatro comunitário “Odisseia”, realizado em parceria com a ASTA. Durante os primeiros 15 dias de junho o espectáculo será preparado em Seia, sendo posteriormente apresentado nos cinco concelhos.

Por sua vez, decorrerá nos municípios de Guarda, Sabugal, Fundão, Belmonte e Covilhã, um espectáculo musical coordenado pela associação cultural Coruja do Mato (Tiago Pereira). Os ensaios terão lugar no Município da Guarda, percorrendo depois pelos restantes 4 concelhos.

Os municipios de Figueira de Castelo Rodrigo, Trancoso, Almeida, Meda e Pinhel estarão envolvidos no projeto de Dança. “Sabor da Terra” é o nome do projeto artístico, desenvolvido pela CARB – Cooperativa Artistica da Região Beirã, que fará os ensaios durante quinze dias no município de Figueira de Castelo Rodrigo, partindo depois em digressão pelos restantes 4 municipios.

Durante o mês de junho, os inscritos em todos estes projetos participarão num período intensivo de ensaios para a preparação do espetáculo. As deslocações e alimentação dos participantes são asseguradas pela organização.

Os espetáculo produzidos serão, posteriormente, apresentado em cada um dos cinco Municípios patrocinadores do projeto, nos meses de julho, agosto e setembro. O calendário das apresentações será atempadamente divulgado junto dos participantes.

Cada um dos 3 projetos tem a duração de aproximadamente 3 meses e será rotativo ao longo dos próximos 3 anos.

Para além da participação de músicos, atores e bailarinos das companhias responsáveis pelos projetos artísticos, está aberta a possibilidade de participação de atores e músicos locais em cada um dos munícipios participantes.